terça-feira, junho 26, 2007

Como?!?




Declarar o IRS dá-me canitos! Abri actividade em 2004 com os meus amorosos Recibos Verdes, e desde aí tem sido um fartote - que é outra palavra que, juntamente com "bagunça", "reguebofe", e "chanata", tem muita graça.

Em 2005 comecei a ser uma trabalhadora por conta de outrém, o que tem as suas vantagens, mas como faço uns trabalhinhos por fora - prestadora de serviços, que isto a vida não está para gente mole - preciso de manter os recibos.

Para além de "trabalhadora por conta de outrém", "prestadora de serviços" e "abrir actividade", posso continuar a impressionar-vos com o meu brilhantismo, e mencionar expressões como "Anexo H", "Modelo B", "Remunerações", "Morada Fiscal" e "Prorrogação do prazo de entrega", por forma a evidenciar o meu vasto vocabulário à lá IRS.

Bom, mas vamos ao que interessa: pois que declaro o IRS pela internet - e mais uma vez, para além do extenso e preciso vocabulário técnico, demonstro alguma facilidade de manuseamento das novas tecnologias.

Consegui, inclusivamente este ano, não deixar para o último dia a entrega da declaração, ao contrário dos anos anteriores em que paguei multa pelo atraso!

Pois que enviei os anexos e os modelos todos a que tive direito, duas semanas depois tinha um e-mail amoroso a dizer que os dados estavam todos correctos e tal e coisa, e ontem, recebo outro e-mail, muito menos simpático que consta do seguinte:



"Caro Contribuinte Mia (230145785),


Informamos que foi efectuada a liquidação da Declaração ou de Retenções na Fonte ou de Juros de IRS relativa ao ano de 2007, em resultado da qual se verifica haver lugar ao pagamento de imposto. Para o efeito foi enviada para o seu domicílio fiscal a respectiva nota de cobrança."



Pára tudo!

Primeiro, é impressão minha ou a Declaração de 2007 ainda está para vir?

Segundo, "pagamento de imposto"? "Cobrança"? Como??!!??
Então eu, que pela primeira vez até declaro um balúrdio de despesas de ginecologista, uma placa de fogão Teka para gás natural, propinas e tudo, ainda tenho que pagar alguma coisa??

Estou revoltada! Sinto-me judiada pelo Estado Português em geral e pelo Ministro Teixeira dos Santos em particular. Era o que faltava! Apeteceu-me escrever um e-mail insultuoso, mas tenho medo que me prendam ainda por cima.
Assim, resta-me estar sugadita, vestir a farda cinzenta do português e pagar o que me mandam. Ele há vidas difíceis!


1 comentário:

RT/VFX disse...

Não fizeste simulação, aquando da entrega da declaração?

Parece-me estranho, isso de teres ainda de pagar, com tantas despesas. Dizem que as Financas também se enganam!

(ou recebeste imenso dinheiro em 2006... sendo assim, já não tenho pena!!)

:)