quarta-feira, abril 12, 2006

Ali a minha amiga Pipoca passou-me a bola, por isso aqui vão os meus top 5 de pânico e medo:
1 - Tenho pânico de aranhas, aranhiços, aranhões, tarântulas, aranhinhas!!!! Medo, muito medo! É o meu verdadeiro pânico! As figuras mais bizarras que fiz foram todas por causa desses seres horripilantes (sem contar com aquela vez que fiquei entalada com a minha prima ao colo, numa mesa presa ao chão de um restaurante japonês). Salto, grito, ando às voltinhas e aos pulinhos a sacudir cabelo, roupa, mala, sapatos. Uma vez no escritório dei um berro agudo quando apareceu no ecrã do computador um pop up com uma tarântula peluda e cheia de olhos. Claro que se o pessoal já pensava que eu eu não jogava com o baralho todo, naquele momento tiveram a certeza! Só de escrever sobre isto fico toda arrepiada!!
2 - De gritar e não sair som. É o desespero! Quando era mais pequena tinha um sonho recorrente que me estavam a assaltar a casa, os meus pais dormiam e eu queria gritar e não me saía qualquer som da garganta! Acordava em pânico e a chorar.
3 - De cair das escadas e partir os dentes. É um pensamento que às vezes me ocorre quando desço escadas, sei lá eu porquê! Lá vou eu agarradinha ao corrimão...
4 - De andar de avião. Mais precisamente da descolagem. A minha figura mete dó. A última viagem de avião que fiz foi a nível profissional e levantei voo de mãos dadas com a minha chefe.... Quão ridícula pode uma pessoa ser?!
5 - De dar um valente tralho em palco. Sou uma pessoa que cai com facilidade. Tal como parto coisas, bato com a cabeça, fico com os bolsos das calças presos nas maçanetas das portas. Normalmente quando caio em público fico algum tempo no chão sem me conseguir levantar de tanto rir. Mas no meio de um espectáculo seria uma coisa muito difícil de ultrapassar.
E posto isto, passo a palavra aos seguintes blogueiros:

1 comentário:

Lótus Azul disse...

Obrigadinha pela passagem de testemunho.... lá vou ter eu que me desbroncar e expôr as minhas fraquezas...
Também tenho esse sonho de gritar e não sair som, alternado com um de cair e não me conseguir levantar.