quinta-feira, dezembro 15, 2005

Em desespero de causa...
Carregada até aos dentes com sacos de prendas de Natal e a prometer coisas aos santinhos caso a bófia não me tivesse levado o carro que tinha abandonado em desespero de causa duas horas antes em cima do passeio, cheguei finalmente à Praça de Londres.
Ao ver que o carro estava tal e qual o tinha deixado, abrandei o passo mesmo a tempo de ver um arrumador de carros que "ajudava" alguém a estacionar um Fiat num lugar onde cabiam dois jipes e a gritar insistentemente para o condutor: "Pode vir! Vaia!, vaia!, vaia!, vaia!, vaia!".
Foi mais forte que eu! Tive que parar para lhe dizer: "Não é "vaia", é "vá".
Ao que ele me respondeu: "Quê??" - enquanto me mostrava a falta de dentição.
Expliquei melhor: "Diz-se "vá", e não "vaia". - já a pensar para os meus botões porque raio tinha que me meter com estranhos a toda a hora.
Ele olhou para mim de lado e grunhiu: "Aaaaaiii o caraiii...Olhamééésstaaaa!Olha olha...." - virando-me as costas.
Entrei no carro um bocado ofendida, afinal não tinha feito o reparo por mal, simplesmente saiu-me, e até fui educada a falar com ele.
Parada no sinal, reparo que ele está mesmo ali ao lado a enrolar um cigarro e novamente tive um ataque de "tenho-que-arranjar-mais-confusão": abri o vidro e assim que o sinal passou a verde arranquei devagarinho e mais uma vez em desespero de causa gritei "Olhe que o saber não ocupa lugar, ouviu?!!!".
Pensamento analítico posterior à situação:
"O saber não ocupa lugar!!"???? Mas que raio de frase é esta? Eu que passo a vida a gozar com expressões como "Não há dinheiro não há palhaços", "Querias querias batatas com enguias", e outras do género tão típicas do meu pai, dou comigo em plena capital a gritar pela janela do carro "Olhe que o saber não ocupa lugar"???
O que se segue depois disto? Contar piadas dos Malucos do Riso lá no escritório?
Bem, que isto não se repita!

25 comentários:

Inútil disse...

Tu, no fundo, és uma espécie de super-heroína da linguistica, a paladina da correcta verbalidade, correndo pelas ruas de Lisboa, salvando a gramática dos pontapés que lhe são dados.

Mia disse...

Sou melhor que aquela rúbrica do telejornal do "bom português"! :P
Ah, já agora, muitos parabéns!!!:)))

Inútil disse...

Só te falta andares com uma capa e um dicionário debaixo do braço!
Ah, obrigada pelos parabéns!

Kwan disse...

1,2,3 macaqiunho do chinês!

apipocamaisdoce disse...

Muito bom, como sempre! Tentar transformar os arrumadores em Edites Estrelas é, de facto, uma tarefa inglória!

Mia disse...

Kwan,
Não tem nada a ver com nada, mas gosto da tua fotografia!
:)

Pipoca,
Sabes, não é fácil educar o país...
Vidas dura, é o que te digo. Vidas duras! ;)

Rosa disse...

Realmente, Senhora Dona Mia, que isso não se repita!!

Ah, e grão a grão tanto bate até que fura... ou lá o que é isso... :)

_farfallita_ disse...

ai ai ai

Alguma coisa contra os Linguistas???

;o)))

Kisss

izzolda disse...

Hihihi! As coisas que nos lembramos de dizer, de vez em quando :) Mas até me parece uma boa frase para a ocasião...assim pelo menos acho que ele deve ter percebido a mensagem?

Mia disse...

Rosa,
Devagar se vai ao espeto de pau!

Farfallita:
Nada, nada!! :)

Izzolda:
Acho que não. Estou tentada a passar por ele novamente a ver se ele aprendeu a lição!
Fica para o próximo episódio!

zephyr disse...

Sim... Tu e Rui Rio já fizeram muito plos caroxos de Portugal, ele e a PSP reabilitaram aqueles que conseguiram, os outros convidaram-nos cordialmente a aceitar um bilhete de ida na carreira pa Lisboa... agora o "saber não ocupa lugar"... Sim, tens um lugarito no céu à tua espera.. lololol... Sim ó menina é que é jah a seguir... é que é jah a seguir...

Peace

mixtu disse...

Espero bem que isto não se repita. Mai nada :)))

Cláudio disse...

é disso que eu tenho saudades. De ir contigo na rua e, de repente, quando menos esperamos, já estás na conversa com quem passa, seja lá quem for... e ir na rua e dizeres para uma pessoa que não conheces de lado nenhum: "Tens cara de João". lol ainda tens esse hábito tão divertido??? :D saudades...

Inútil disse...

E tu não a apanhaste a entrar para dentro da cozinha de restaurantes só para dar os parabens ao cozinheiro e dizer que a comida estava boa.

Mia disse...

Zephyr,

Eu e o Rui Rio! Olha que dois!
Peace para ti também !:)

Mixtu,
Mai nada!!!

Cláudio,
Como pessoa que trabalha num local muito respeitado (???HAHAHAHA!!!!) estou a tentar conter esses meus impulsos! É que lá no trabalho era capaz de assustar pessoas!
Mas quando ando "à solta" a conversa-com-a-pessoa-desconhecida continua a ser um dos meus passatempos favoritos!

Inútil,
A comida estava realmente muito boa!!

Rosebud disse...

Apesar da má recepção, acho q fizeste mt bem em corrigir o senhor, afinal (e cá vem o chavão do meu comment) o que conta é a intenção lololol ;))))

Peg solo disse...

é preciso ter coragem! podia ter saído pior que essa colectanea de vocábulos modernos. gostei do blog

Mia disse...

Rosebud,
Não se costuma dizer que de boas intenções está o inferno cheio? :p
LOL

Pegada,
Obrigada!:)

disse...

Olá Mia (afinal foste ao Pé através da Pegada e não de mim), é melhor que isso não se repita tudo bem, mas espero continuar a ler-te porque ontem li o blog de uma enfiada e tive uma overdose de gagalhadas.
Fui-me deitar com o riso composto, ou seja, não conseguia desfazê-lo foi o cabo dos trabalhos para adormecer!

Beijinhos :)

Mia disse...

Pé,

Quem veio primeiro? O pé ou a pegada? :p
Nunca se tem uma overdose de gargalhadas, é daquelas coisas que nunca são demais!
Volta sempre sempre sempre! :)

GrimRipper disse...

Até arrepia, pensar que um dia poderia fazer também isso... morria de vergonha logo a seguir. Mas bem, todos nós temos os nossos dias... mas gostava de corrigir. O saber ocupa muito lugar, e dos lugares mais saborosos... é tão bom absorver tudo o que temos para aprender... é por isso que nos visitamos assim... para aprender e ctgo aprendi... qdo me der vontade de abrir a janela e largar um comentário desses que o meu avó tb usava... devo meter a 1ª e arrancar com os pneus a chiar.

disse...

Mia, no nosso caso foi a Pé (me) depois a pegada:P
A expressão overdose de gargalhadas foi para te explicar que me ri muito muito muito (os teus vizinhos indianos lolol), é claro que nunca é demais, é muito saboroso!
Ah volto volto!!

Mia disse...

Grimripper,
Há teorias que apontam para o facto de dentro de um carro nos sentir-mos "os maiores", porque podemos dizer seja o que for e pisgar-nos a seguir! Eu admito que funciono assim! E sabe-me bem e tudo, hehehe!!!!

Pé,
Então cá te espero! :)

Calvin disse...

Mas Mia... cuidado, o tipo pode ter uma carro mais veloz...

Lótus Azul disse...

Mia, ao cair do verde podias ter gritado: "Vaia, vaia, vaia que tá verde... e vaia também ao dentista!", e finalmente quando o gajo estivesse a acabar de digerir a mensagem, e tu a acelerar à frente dele, concluias " E não se diz vaia... diz-se vá, palhaço!"

O que eu gosto de chamar palhaço aos outros no trânsito!... não é demasiado ofensivo, mas dá-me aquela pinta de manfias!