terça-feira, setembro 13, 2005

Fármácia de Serviço

- Boa noite, queria um teste de gravidez e um maço de cigarros, por favor.
O homem olhou para mim, muito sério, sem perceber.
- Estava a brincar, queria um teste de gravidez e uma caixa de prozac, por favor.
Voltou a olhar para mim, sem entender a piada. Desisti...
- Estava a brincar, levo só o teste de gravidez!
Entrou na salinha das caixinhas de comprimidos e voltou com o teste na mão e com um ar intrigado.
- Mas afinal você está contente por estar grávida ou nem por isso?
- Não é para mim, é para uma amiga minha!
Fez-me o sorriso tou-a-topar-a-desculpa-esfarrapada-de-sempre e disse-me:
- Pois, pois... então diga à sua "amiga" que deve fazer o teste com o primeiro xixi da manhã!
(Odeio pessoal que não entende as graçolas a tempo e que depois, quando decido falar a sério, responde como se eu ainda estivesse a gozar.)

7 comentários:

Inútil disse...

Os farmaceuticos não têm sentido de humor, são os burocratas da medicina. Mas gostei da cordialidade do "Mas afinal você está contente por estar grávida ou nem por isso?". É bonita, a preocupação do profissional.

Rosebud disse...

Começo a achar q as farmácias são o melhor filme cómico do momento...

Mia disse...

Inútil,

Não sei se ele estava realmente preocupado ou se estava a ganhar tempo para perceber se eu estava a gozar com ele...
Ele há gente...

Mia disse...

Rosebud,

Se não brincar-mos com estas coisas, a vida fica uma tragédia!

Rosa disse...

Ora aí está um assunto com o qual eu não creio que conseguisse brincar! :)

Mia disse...

Rosa,

Se o teste fosse para mim, acho que pedia o maço de tabaco, pastilhas elásticas, prozac, ben-u-rons, sais de frutos, comprimidos para a azia, um terço e uma santinha e vitaminas! E não estaria a brincar!!!

Inútil disse...

Ou então um teste de gravidez e um frasquinho de cicuta.