terça-feira, agosto 30, 2005

Por falar nisso...
Não sei cantar, mas acho que tenho um dom!
Não sei se este meu dom está catalogado e tem um nome específico, ou se é apenas uma habilidade, mas a verdade é que eu devo ser a pessoa que mais tempo consegue manter uma conversa sem perceber patavina do que se está a falar.
Por exemplo, quantas vezes dou comigo a acenar positivamente e a dizer hãhãns e pois e claros à minha chefe, quando ela insiste em falar-me de assuntos técnicos para os quais não tive a mínima formação? Inúmeras!!!
Enquanto a vejo gesticular freneticamente, e denoto que alguns salpicos de saliva lhe vão saltando da boca sem qualquer pudor, percebo que ela está certa que eu estou "dentro" do assunto. No entanto, na minha cabeça só me passam pensamentos do género "que nojo, ela ainda não lavou o cabelo" ou "está um bocado envelhecida para a idade", ou mesmo "hmmm, iogurtes de stracciatella..." .
O mesmo aconteceu quando era administradora do meu prédio e numa reunião de condomínio me pediram para opinar sobre coisas como coluna de gás e fio de terra. Não fazia ideia do que estava a falar, mas entre uma cara séria e lugares comuns, consegui que me dessem razão!
No entanto, só percebi que tinha mesmo um dom, a quando de uma reunião super importante na empresa onde eu trabalho. Finda a reunião onde estavam presentes os altos cargos das maiores empresas portuguesas, houve uma espécie de lanche na sala ao lado, onde os "Sôtores" podiam tirar o casaco e alargar a gravatinha enquanto petiscavam um croquete ou um triângulo misto.
Eu estava lá no meio vestida a rigor, e embora ninguém soubesse quem eu era, e tão pouco o cargo que ocupava na empresa, também ninguém me perguntou.
E não é que passados poucos minutos estava rodeada de três ou quatro "Sôtores" em amena cavaqueira sobre as cotações da bolsa e o lançamento do produto X no mercado espanhol?!
Devo dizer-vos que embora eu saiba tanto de bolsa como de astrofísica, e que o máximo que sei do mercado espanhol é que o El Corte Inglês tem um supermercado fabuloso, eu fiz o maior sucesso!
Digam-me lá se não é um dom!!

11 comentários:

Rosa disse...

:) Ah, mas nesse caso eu também tenho um dom parecido: o de estar vários e longos minutos à conversa com as pessoas antes de me conseguir lembrar donde diabo as conheço e como é que elas se chamam!

Mia disse...

Rosa,

Ora aí está uma variação do meu dom!!
Rosa, há que unir forças e seremos invencíveis!!!
Ao infinito e mais além!!Tatararaaaaaaaa!!!!!!!!!

Nao Sei Que Digo disse...

ve la não te esqueças que tiveste a chamar oleosa à tua chefe. não te lembres um dia de lhe dizeres que tens um blog...

Inútil disse...

E porque não? Teria provas dadas no dom da honestidade!

Mia disse...

E o dom de ser despedida pelo motivo mais estúpido!

Nunzio disse...

E eu conheço a tua chefe...Já eras...!

Mia disse...

Nunzio,

Eu conheço os teus engates...já foste! :) :P

Inútil disse...

Touché

miak disse...

Mia:

eu estou contigo...Parabéns pelo dom...

E ainda me inscrevo se fizeres um curso...

Longa vida para todos os incapazes de manter a concentração ou o (suposto) profissionalismo por mais que 10 minutos de seguida!!

ForgottenHeroine disse...

Esse teu dom explica muita coisa... Aquela carta tão maternal ao Mário Soares, por exemplo! Ele também estava na tal reunião agarrado à chamussa?

Su disse...

... não ..naõ sou a única ..não sou a única a ter um dom ..;)))))
jocas gostei, principalmente em relação à chefe..tenho esse mesmo dom :)