sexta-feira, abril 20, 2007

Porquê?

Muitas das coisas que escrevo aqui são mentira, mas muitas outras são verdade. O pulpfashion não é o meu diário. Poderia ser, mas não é. No início, quando blog começou, havia post que me traziam algumas dores de cabeça. De repente tinha telefonemas de amigos a perguntar se estava tudo bem com o meu namorado, com a minha mãe, com as minhas gatas, com o meu emprego, com a minha vida, porque tinha escrito alguma coisa depressiva.
Conto estórias minhas e das pessoas que me rodeiam. É certo que não assino com o meu nome verdadeiro, e tento não revelar os nomes das pessoas de quem falo, mas é impossível esconder, a quem me conhece, de quem estou a falar. E isso é constrangedor para quem se revê nos textos.
Não quero, de forma nenhuma, expor ninguém que não eu mesma, e por isso comecei a sentir-me constrangida quando escrevia. Tinha que pensar mil vezes antes de publicar o post, e muitos deles, nunca passarão de drafts.
Assim, decidi que não fazia sentido continuar. Custou-me, porque gosto do pulpfashion, é como viver pedaços de vida em paralelo. Gosto da fantasia. Gosto do feedback dos comentários. Gosto de acompanhar os blogs das pessoas que comentam aqui.
Entretanto passaram dois meses e a minha certeza começou a vacilar. Continuei a espreitar os blogs do costume e dei por mim a ser muito mais activa nos comentários dos blogs dos outros, ao ponto de praticamente escrever posts nas caixas de comentários alheias.
Até que decidi recomeçar. Aqui, no meu cantinho cheio de pinta! Ainda não sei como vou gerir o que devo ou não escrever, mas vou arranjar uma forma!
Sejam, mais uma vez, benvindos ao estaminé da Mia!
A Caixa de Comentários é toda vossa!

7 comentários:

a lice disse...

Boa! Voltaste! Ainda bem!:)

Beijinhos de bom fim-de-semana!:)

Anónimo disse...

AINDA bem! fico feliz, adorava dar uma espreitadela de vez em quando no teu blog, fazia me rir e ve se claramente que es uma miuda criativa( talvez de artes, design ou publicidade) e não deves desperdiçar assim esta oportunidade de te expressar para ese mundo.

BOM DOMINGO,
Carrie

fada*do*lar disse...

Olá Mia,
Fico muito feliz por teres regressado!
Nunca aqui comentei mas durante uns meses li os teus arquivos de uma ponta à outra.
E fartei-me de rir com o teu fantástico talento e veia de argumentista cinematográfica ;D

Continua, por favor.
Até breve!

Anónimo disse...

tomaste a melhor decisão de sempre! tens imensa piada a escrever, mesmo! escreve sobre qq coisa, n interessa o que ( mais episódios da d.graça é só uma pista)
bjs! e parabéns!

SUSHISTICK disse...

Ahhhh...tirar o pó a esta caixa de comentários sabe-me bem, pá! :P

A Mia é o Lobo Antunes da blogosfera! A coisa vacila, quase cai, escreve umas larachas, "sofre" uns internamentos e cenas assim...mas a palavra acima de tudo!

CEMREMOS disse...

Que bom que voltaste. Não tinha perdido a esperança e de quando em vez vinha cá espreitar. Não sou muito comentadora mas sou boa leitora.

Mia disse...

a lice,
Obrigada :)
Agora lembrei-me que tenho uma perguntinha para te fazer no teu blog! Até já!

Carrie,
Artes, design ou publicidade? Nop, sou contabilista! :P Brincadeira! Sou é parva! hehehe!
Volta sempre!

Fada*do*lar,
Pois que continuarei!
Até breve!

Anónimo,
A D. Graça vai voltar! Ai se vai! Está cada vez melhor!
E obrigada :)

Sushistick,
Vou guardar este teu comentário para quando publicar um livro colocar na contra-capa! Vai dar uma ideia cromissima do meu génio! :P

Cemremos,
Espreita mais vezes! Cá te espero!
Beijinho!