sexta-feira, outubro 13, 2006

Um pouco de céu

Dois dias fora do escritório, mesmo que em trabalho, fazem maravilhas!
Sozinha no Centro de Congressos do Estoril, senti-me que nem peixe na água! Conhecer pessoas novas, perceber que há muito mais para além destas quatro paredes e deste trabalho que me envelhece mil anos a cada semana que passa, e principalmente que as portas estão abertas para mim, foi como uma lufada de ar fresco! Não, a minha vida profissional não tem que se resumir para sempre a o que agora é, às hierarquias estanques, ao cinzentismo generalizado, às críticas negativas, ao ridicularizar de ideias novas, ao comentário mesquinho e ao olhar de censura à minha boa disposição.
Valeu nem que seja pelo aperto de mão firme e sincero das pessoas que me disseram olhos nos olhos "se precisar de alguma coisa, seja o que for, não hesite em contactar-me".
Ontem ao final da tarde, na Marginal a caminho de Lisboa resolvi fazer uma paragem em Carcavelos. Precisava de pisar a areia da praia. Lá fui eu, vestidinha à executiva, de sapatuxo na mão até à beira mar molhar os pés. O dia acabou na esplanada, a ver o pôr do sol, a beber o batido de manga mais caro de sempre, com um sorriso nos lábios e enfiada nos meus próprios pensamentos megalómanos!
Até cheguei a pensar que seria interessante inscrever-me numa escola de surf! Mas foi só um devaneio de quem se esqueceu por algum tempo das coisas importantes e que de repente se lembrou que a vida é o que fazemos dela.

5 comentários:

Rosa disse...

O batido de manga mais caro de sempre, mas também um dos melhores que conheço! [Partindo do princípio que a ideia de te inscreveres numa escola de surf se ficou a dever ao facto de estares a beber o tal batido de frente para as pranchas... :)]

Robene disse...

Jesus. Comecei a trabalhar há meio mês e já me quero atirar da ponte. Para onde foi a minha boa disposição?

_farfallita_ disse...

Nada como um devaneio para nos trazer à Terra ou levar-nos ao Céu!!!

Kisss

izzolda disse...

Tens toda a razão, Mia! No meu caso, e devido a uma época mais parada a nível profissional, tenho mais tempo para aproveitar pequenas coisas que não posso aproveitar ao trabalhar. Mesmo ganhando menos, não consigo arrepender-me de aproveitar mais... :)

Kwan disse...

Ui, ui... Eu que apanhasse uma executiva assim a sair da água...