quinta-feira, agosto 31, 2006

Quem sai aos seus...

Pai da Mia: ... só de pensar que a Tia Adelina ía fazer 100 anos em Dezembro! Com quase 100 anos estava perfeitamente bem da cabeça! No funeral, a filha disse-me que ía fazer uma festa com a família toda.
Mia: Pois, 100 anos é de comemorar..
Pai da Mia: Olha, ao menos teve uma morte santa. Morreu como um passarinho...
Mia: Porquê, levou um tiro?
Pai da Mia: Não, estava a dormir e quando acordou, estava morta.
Mia: Ah...

8 comentários:

Canephora disse...

Gostoa da expressão "morreu como um passarinho", principalmente que se chega à conclusão que todos podemos ir dormir e no fim acordar mortos...
Mas afinal acordamos ou estamos mortos?
Bem, se calhar acordamos mortinhos por voltar a dormir...

Leididi disse...

lolllllllllllllllllll (paz à tia adelina)

cemremos disse...

Pois...esta é uma daquelas expressões com passarinhos que eu não consigo entender. Contudo, tenho usado muito uma ultimamente, essa sim que faz todo o sentido: "Está um calor de assar passarinhos"...e até é passível de ser imaginada.

Esplanando disse...

Parece-me que nem a Mia nem o Pai da Mia são muito certos... :-D

levou um tiro? ?!?!?!?
quando acordou, estava morta ?!?!?!?

:-DDDD

Rosa disse...

As coisas que se dizem... :D

trapezista disse...

:) (eu acordo imensas vezes morto....)

Fee disse...

Expressão infantil, mas que se aplica: dahhhh;)

Dona do Blog disse...

Sem ofensa à tia Adelina, mas a propósito de desanuviar...

"Morreu como um passarinho..."
"Foi? Então?"
"Levou uma fisgada nos cornos."