sexta-feira, maio 26, 2006

Guilty Pleasures

Nunca vos aconteceu gostarem de alguma coisa - filme, livro, música, pessoa - que sabem não ser grande coisa (às vezes não valer nada mesmo), mas mesmo assim não conseguirem deixar de gostar?
Pois eu, assumindo o risco de deixar de ter visitantes no Pulfashion, vou confessar-vos algo que costuma perturbar até as mais compreensíveis alminhas.
Ora aqui vai: eu gosto de Boss AC. Pronto, já disse! Gosto de Boss AC!!
Não sei como é que isto me aconteceu, mas quando dei por mim, estava a animadamente a dançar Hip Hop (Sou eu e és Tu), como se não houvesse amanhã! Fiz o download da música (vá, multem-me!!!), e de vez enquando faço figuras ridículas na sala de jantar, com o raio da música aos berros.
Ainda estão a ler?
Tudo começou num Festival Sudoeste, por volta das 6 horas de uma tarde cinzenta. Não estava bom para ir para a praia, por isso fui cuscar os concertos do palco mais pequeno, só numa de curiosidade. O som pareceu-me porreiro e resolvi acotovelar o pessoal de boné Fubu que saltitava de mãos no ar para conseguir chegar ao palco.
Como não reconheci o Artista, restava-me curtir a música ao mesmo tempo que tentava fazer um ar de Yo-Bitch-Kiss-My-Black-Ass bem à maneira, para me integrar. E foi o que fiz!
Já estava completamente na onda, espantada comigo mesma por afinal até estar a gostar daquele género de música, quando começa um refrão que, de tão ridículo, me fez lembrar que já tinha ouvido aquilo em qualquer lado: "baza baza, vai para casa-casa, abre a pestana-tana, qu´isto aqui não é um filme, boy".
A vergonha apoderou-se de mim! Mas eu estou a curtir no concerto do Boss AC?? E a cantar com o dedinho esticado de convicção uma música que diz pestana-tana???, pensei eu!
Mas também não pensei muito mais que isto! O ambiente estava tão envolvente que me deixei ir, e por breves segundos até tive pena de não um boné - sentimento que, para que saibam, não voltou nunca mais!
É este o meu guilty pleasure, e estou convencida que podia ser bem pior, yo!

18 comentários:

cinnamon girl disse...

Nao te censures...se o pessoal começar aqui a desbocar, vais ter grandes surpresas e soltar umas boas gargalhadas! E mais nao digo...para já;)

Isolamentos disse...

ui...

não está fácil isto, por estes lados...não não... :)

Lótus Azul disse...

Guilty pleasures é o que por aí mais há.... Aliás se proposeres esse desafio à blogsfera mais ter grandes surpresa.

Eu tenho alguns... mas não BOSS AC! Não não não não não.

puff-cor-de-laranja disse...

ai filha! podia dar-te pra pior... mas va lá... acho q ainda tens salvação!!!
;p

izzolda disse...

Eh pá...assim de repente, acho que podia ser bem pior!

Agora assim de repente, não me lembro de nenhum guilty pleasure meu :/ vou tentar lembrar-me :)

Rosa disse...

Hoje estou numa de solidária, portanto, cá vai: eu gosto deste último "hit" do Sean Paul, o "Temperature" (pelo menos até metade, quando a música muda completamente de registo e se torna intragável!). É só desta música, é verdade, mas, ainda assim, não me sinto nada bem com isso!! :)))

INDIGENTE ANDRAJOSO disse...

sabes que gostos são meros gostos e não existe o que descreves como "gostar de uma coisa que se sabe que é mau, piroso, etc..etc.."

e ha coisas que nao se explicam, e nem tudo o que é mau o parece, nem tudo o que é bom tambem o parece, por isso curte o que tens a curtir.

Robene disse...

Eu confesso...O que eu já abanei a anca ao som da tortura da Shakira.
Pronto, vou deixar de ter amigos ( os que ainda me restam).

SUSHISTICK disse...

Hummpfff...hoje tomei banho com o "crazy" do Gnarls Barkley tão alto que até se me descolou a ventosa do pompom que uso para espalhar o gel duche... bahh...

Esplanando disse...

Estás perdoada... vai, mas não tornes a pecar.

the hræfn disse...

Podia ser pior de facto.

...

Não estou bem a ver como, mas estou seguro que podia ser pior.

O meu prazer proibido: gomas.

Fee disse...

é tão bom termos 'guilty pleasures'! E rirmo-nos disso ou de figuras tristes que fazemos às vezes a dançar músicas pirosas, pimbas, e outros adjectivos do género!
Pelo menos divertimo-nos! Quer dizer, eu falo por mim, e não é raro ser apanhada pelos olhares das pessoas a dar saltinhos no meio da rua ou a parvar com o meu namorado!
beijinhos

alísios disse...

E quem não gosta? será de criticar?
E quem gosta de Tony Carreira? E não me digam que são só os velhos, que eu bem venho nas noticias, que os velhos são os que menos lá vão.
Tb eu gosto de muitas outras coisas que confessadas aqui dariam para rir à gargalhada...
Gostei deste Post... ainda vou ler os outros, à muito que não venho aqui e por isso tenho que por a leitura em dia.
Até já.

a lice disse...

E porque não?:)

O fundamental é que te divirtas e aproveites o som!:)

mariannegreen disse...

Parabéns. Escreves muito bem. Cheguei até aqui pela "mão" do isolamentos. Estou surpreendida. Que corajosa!!! Eu também tenho gostos estranhos aos olhos dos meus amigos!!! Gosto muito de Stevie Wonder e de dançar Kyle Minogue....ehehehehe e emociono-me com Marco Paulo e José Cid...adoro ouvi-los nos "bailes" dos casamentos.

Beijinho.

Marianne

Inútil disse...

Tu realmente tens um je ne sais quois de "Yo, Má Nigga!"...
O meu guilty pleasure é o trabalho inicial do Marco Paulo, indispensável em qualquer festa digna desse nome!

_farfallita_ disse...

Já que estamos numa de confidências... adoro ver o clip "hips don't lie" da Shakira e aqueles movimentos fantásticos (na minha opinião, claro!) de anca! Imaginem-me em frente ao espelho a tentar imitá-los = CAOS!!! eh eh eh

Kisss

Anónimo disse...

E o teu marido partilha desses... er... "gostos"?