segunda-feira, abril 24, 2006

Um dia de cada vez
Por aqui a chefia não dá abébias, por isso tive que vir trabalhar.
Trabalhar é como quem diz, porque o meu espírito já é totalmente festivo com o feriado de amanhã e a minha viagem a Praga e Viena já no próximo sábado.
Sinto-me como o Calvin (Calvin & Hobbes) depois de comer três taças de bombocas de açúcar com leite aos sábados de manhã: hiperactiva e sem concentração!
Por outro lado, se não viesse trabalhar não poderia fazer a minha Dança da Vitória para os meus colegas benfiquistas e sportinguistas - que consiste em movimentações completamente disparatadas de braços, pernas e anca, sem qualquer coordenação, ao mesmo tempo que rebolo a cabeça energicamente de um lado para o outro e canto "Alé Porto Alé".
Enfim, há que aproveitar as pequenas vitórias que a vida nos dá para rir sem dó nem piedade das máguas dos outros!
E assim se adivinha o meu dia, inútil como qualquer dia de ponte em que nos obrigam a vir trabalhar. A saltitar de mail em mail, de blog em blog, de cigarro em cigarro, de converseta em converseta até às 6 da tarde! Hora em que eu, alegrementa saltando e rindo, vou para casa aspirar o meu quarto que por estas alturas anda submerso em pelo de gato.

4 comentários:

Lótus Azul disse...

oh iééééééé!

Anónimo disse...

bom dia pa ti também...antes tivesse ido trabalhar, isto d acordar às 3 da tarde...
bom, pelo menos n levo com os andrades.

guga disse...

Olé, olé para ti também. Só por isso já valeu a pena.

bjs Sandra

Esplanando disse...

Ai... Praga! Que inveja! :-)

Ai... Porto! Que desilusão! :-D